Uma das maiores dificuldades de quem consegue emagrecer é manter o peso perdido. Na maioria dos casos, acontece o efeito sanfona. Você emagrece e fica linda. Depois dali a algum tempo engorda novamente. Este é o temido efeito reboque conhecido como efeito sanfona.

Efeito sanfona – entenda o que é.

O efeito sanfona ocorre por uma condição natural de nosso organismo. Quando emagrecemos muito rapidamente o corpo entende a perda de peso como uma agressão e inicia um processo de defesa contra uma provável inanição. Além disso nosso organismo é dotado de memória metabólica que faz tudo para voltar ao peso anterior.  É portanto, uma tendência do corpo voltar ao que era.

Veja algumas dicas para enganar o mecanismo do corpo e driblar o efeito sanfona

  • Nunca faça dietas rápidas. São as principais causadoras do efeito sanfona. O emagrecimento rápido é o que causa grande perda de massa muscular. Os músculos (massa muscular) são muito necessários para quem quer emagrecer e permanecer magro.

Músculos são os maiores gastadores de energia que você tem. São os melhores queimadores de calorias do corpo. São essenciais para acelerar e manter ativo o metabolismo. Por isto conserve seus músculos. Afaste-se das dietas da moda que prometem emagrecimento rápido.

  • Após chegar ao peso sonhado aposte em uma reeducação alimentar, para que o corpo crie novos e mais saudáveis padrões.
  • Não pare de se exercitar. Esta é a melhor forma de evitar o engorda-e-emagrece do efeito sanfona. A prática de exercícios físicos garante uma constante queima de gorduras e um permanente emagrecimento.
  • Alimente-se com regularidade. Estabeleça períodos de tempo certos para as refeições. Isto fará com que seu corpo entre em equilíbrio. Aproveite para criar um novo estilo alimentar.
  • Tome um café da manhã reforçado. Não se esqueça de apostar nas proteínas, carboidratos e gorduras boas.
  • Vá com calma nos finais de semana. Não abuse de alimentos gordurosos e calóricos. Se você acaba de perder peso, cuide-se para não extrapolar.
  • Crie condições de estar ativo o máximo que puder em seu cotidiano. Afaste-se do sedentarismo. Prefira andar a pé sempre que possível, assista menos TV, troque elevador pela escada, nade, ande de bicicleta. Fique o menos sedentário possível. Assim queimará mais calorias e seus níveis de gordura e de insulina se manterão dentro de níveis mais normais, evitando estoque de calorias.
  • Cuidado com o stress. Ele é inimigo número 1 de quem acaba de Quando você está estressada ou ansiosa, seu corpo produz hormônios que aumentam a fome e descontrolam o metabolismo. Estressada, seu corpo queima pouca gordura e a tendência é a de você consumir mais alimentos gordurosos e calóricos.
  • Mude de peso e mude também seus hábitos. Para evitar o efeito sanfona é necessário comer menos e com mais qualidade. Quando há emagrecimento rápido seu organismo entra em alerta e passa a armazenar mais calorias do que antes. Seu corpo quer fazer um estoque maior de energia. Por isto é necessário continuar na academia ou praticar exercícios físicos, mesmo que seja uma caminhada diária, para não voltar a engordar.

Evitar efeito sanfona é mais difícil do que emagrecer. Pesquisas recentes concluíram que o corpo luta contra o emagrecimento.

Veja como seu corpo reage quando você emagrece:

  • Acontecem alterações hormonais.
  • Aumenta o apetite.
  • Metabolismo desacelera.
  • O corpo passa a eliminar gordura com maior dificuldade.

O mais preocupante é que estas modificações permanecem no organismo pelo menos por um ano após a dieta, fazendo com que a pessoa torne a engordar.

Você gostou das nossas dicas? Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante para nós!

Gostou Compartilhe !